Quem sou eu ?

Minha foto
Capital do Ceará, Ceará, Brazil
cearense,ex aluno Marista,canhoto,graduado em Filosofia pela UECE, jogador de futebol de fds, blogueiro, piadista nato e sobretudo torcedor do Ceará S.C. Não escreveu livros, não tem filhos e não tem espaço em casa para plantar uma árvore.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

[Opinião] Bem que eu gostaria que fosse diferente


[Opinião] Bem que eu gostaria que fosse diferente

Escrevo esse texto lamentando o fechamento do Colégio Marista Cearense (que no tempo que entrei lá em 1988 era Colégio Cearense Sagrado Coração). Não quero aqui dar respostas, inclusive porque não as tenho, mas gostaria de deixar algumas perguntas.Também sei que não resolverá o que já foi decidido pela “alta cúpula”, no entanto é uma forma de protesto por terem transformado o Colégio da minha vida toda em uma caricatura.

Se eu tivesse que de resumir o Cearense em 2 palavras eu falaria “Qualidade” e “Carisma”, e daí ele foi o que foi durante muito tempo.
O Cearense ser fechado é 2/3 da minha vida também ficar marcada.Essas respostas prontas de “vários colégios católicos estão fechando as portas”, “o Colégio é no Centro da cidade” e outras justificativas evasivas não colam. E digo mais , ele não está fechando agora em 2007, ele tem demonstrado que vai fechar desde algum tempo, como falo mais adiante.

O Colégio Cearense tem 94 anos de história , mas como eu só tenho 25 nao tenho condições de avaliar todos esses anos.Começo falando que antes de mim , meu pai estudou lá no final da década de 70, e ele era do tempo que tinha de ter “peixada” para entrar pois não tinha vaga pra quem queria. Sem falar do PRE VESTIBULAR que teve 23 turmas de 3º ano coordenadas pelo Wilson Viana. Nesse tempo o Cearense tinha quase 5 mil alunos.

Nesse tempo dizem que as turmas da UFC de cursos muito concorridos tinham mais de 50 % de alunos do Cearense ,falo isso porque tive parentes que estudaram nesse tempo e passaram inclusive para Medicina.

Mas como eu disse , eu não vivi esse tempo , não tenho como falar, mas me responda alguém que sabe , porque o cursinho saiu ? O que aconteceu pra perder ? Será que a vaidade dos “pavões” que dirigiam o colégio nesses tempos impediu?

Pois é , eu entrei em 88 , o teste de seleção era muito movimentado nos dois principais turnos. Eu me lembro que o Cearense teve uma melhora significativa com a chegada do Ir Artur, trazendo de volta bons professores que haviam saído. Até eram lembrados os bons resultados do passado.Ele também valorizava a questão da Disciplina, valorizando o bom aluno.

O Cearense que antes era o campeão de aprovações em MEDICINA , passa a ser o campeão de aprovações em ENGENHARIA DE PESCA. (pergunte quantos aprovados na turma de 1997 passaram em Medicina em comparação a Pesca, se você sabe quantos passaram me diga , pois eu conheço 3 mas tiveram bem mais, e no caso pra Medicina apenas 1, ultima aprovação da história do 3º ano).

Dava pra perceber que o Cearense não tinha a mesma força de antigamente.Talvez que ele não tinha como competir em resultados, mas o que AINDA se preservava era o CARISMA do Cearense através de outros “braços”.Nesse caso era a parte esportiva,cultural e religiosa (quem não sonhava que chegasse logo o dia de formação?).

A questão da inadimplência também começa a ser significativa sem falar da questão disciplinar também se perde muito.

A partir de 96/97 com a entrada do Ir Kerginaldo, a cada ano que passava o Cearense perdia mais e mais alunos.O Colégio tinha muita “gordura” de alunos. Eu estudava na querida turma J em 97 (1º Ano). Outra pergunta , quem imaginaria uma escola que tem 10 turmas de 1º, 10 de 2º e 8 de 3º, em apenas 10 anos teria fechando as portas?

Só pelos números deu pra perceber que a ponta ( Ensino Médio ) estava tranqüilo , no entanto a BASE não acomapanhava o mesmo ritmo. Mas a LUZ VERMELHA começa a piscar quando coincidentemente é meu ultimo ano de Cearense (depois de 12 anos), ano de 99 o colégio tinha um quadro de professores e funcionários do tempo que tinha mais de 3 mil alunos , sendo que já não chegava a 2 mil.

Quando no finalzinho de 1999 o Cearense faz seu primeiro grande corte de funcionários, pra poder equilibrar a perda de alunos, só pra voces terem uma idéia , foi no “pacote” o Flamarion que tinha 29 anos e 6 meses de trabalho (faltava apenas 6 meses pra se aposentar).Daí eu passei a avaliar onde ficou a filosofia que eles tanto se orgulhavam. Fazer o que Colégio tem muito afeto, mas tem de pagar conta no final do mês e o Cearense não tinha mais receita, daí passa a receber ajuda da província.

Chega o Ir Joaquim, vindo de Salvador, e umas das mudanças que aconteceram na sua gestão foi o fechamento do turno da tarde (em 2003). Mudou o fardamento, que por sinal , nesses últimos anos mudou mais que todos os outros 90 anos. Ele muito requisitado pela regente maior provincial, passa a ficar ausente.Ele já articulava a implantação da Faculdade com ele também rolou o Maristao e quem mandava lá era a vice diretora da época.

Como ele era irmão marista,usou o prestígio que tinha com a província e em nenhum momento deu demonstração que o Colégio estava numa crise , pelo contrario , o Marista ensaiou um Cursinho que durou 3 anos (2001,2002 e 2003). Mas no ano seguinte chega um ADMINISTRADOR e ex professor de Matemática que vai tentar diminuir as contas custe o que custar.

E todo aquele carisma que o Marista tinha,a gente questionava quando via atitudes contraditórias. Mas contraditórias como ?

Você que é ex aluno Marista , vai ganhar um chocolate se me disser qual o dia do ex aluno Marista , você sabe ? Não sabe ? Claro que não sabe , pois o colégio se fechou pra os ex alunos , e os poucos que tinham perderam o ânimo.

A ultima vez que houve algum movimento pros ex alunos foi em 2000 , depois disso nem faixa era colocado no pátio pra fazer citação à data. A única presença de ex aluno pelo Cearense era à procura de fiscalizar prova pra ganhar um dinheiro , mas só ... e como podemos falar em recuperar a imagem , se não existe IDENTIDADE, pois nessa altura do campeonato, a grande maioria dos funcionários das antigas tinha saído. Estavam saindo ou morreram (como foi o caso do Grande Assis “Batatinha”).

Ex aluno lá era sinal de problema, o Colégio foi inábil quando barrava a entrada desse povo que tem de ser valorizado.

Mas chega 2003, o Colégio comemora 90 anos , e aproveita a data pra lançar a nova e sonhada FACULDADE MARISTA, que teria sua 1ª turma em 2004, e eu já estava lá de novo , agora como funcionário.

E vocês lembram o que me marcava no Cearense quando aluno.

“Qualidade”e “Carisma”, pois é quem viveu esses últimos anos por lá lembra que esses referenciais, no Colégio Cearense ficaram marginalizados e, com eles seu alunos, pois tinham de sair de suas dependências até 16 horas(por causa da Faculdade).Pra azar do Colégio , naquele ano o Colégio tinha alguns alunos politizados que questionavam essas atitudes arbitrárias.


O Clima do Colégio era muito complicado, professores e funcionários viviam sob um julgo e um sentimento de que tudo poderia acabar no final do ano. O Diretor da ocasião , Professor Ferreira , fez o possível pra uma gestão de fechamento “ Lento, Gradual e Seguro”, Tenho saudades da turma do 3º ano de 2004, pois foi com a qual trabalhei e marcaram minha vida. Meu ultimo ano. foi 2005, em que trabalhei com os alunos que hoje fazem o 3º inclusive, uma turma que tem várias marcar, a perda de dois colegas (Luiz Cleber e Bruno Sá),eles viveram os piores momentos da história do Cearense, sem falar que serão a ÚLTIMA turma do Cearense.

Fica a saudade de tempos que não voltam mais ...


ps: o Dia do ex aluno Marista é 15 de Agosto, faço votos que no próximo ano alguém lembre dessa data , pois agora TODOS somos ex alunos do Marista Cearense.


Thiago Oliveira Braga


Ex aluno de 88 a 99

Ex funcionário de 2004 e 2005

Ex Marista NUNCA.

7 comentários:

Anônimo disse...

Desde quando entrei lá, em 2002, percebi a falta de interesse do Irmão Joaquim... tão endeusado por muitos. Era muito rara a sua presença... foi se preocupando com a Faculdade... foi implantada e começou a demonstrar o seu interesse em investir apenas na faculdade...Eis o resultado. Ah, e não queiram me convencer do contrário... Isso sem falar do rombo dos inadimplentes que ele simplesmente perdoava.. bondade d+

Por Alison Vasconcelos

rebeca disse...

Nossa thiago.. finalmente alguem pra abrir o jogo..
so soube semana passada do fechamento do colegio e fiquei muito triste...
Apesar de ter estudado no marista por apenas dois anos (2004/2005)eu sei o quanto os seus alunos gostavam daquele lugar. Muitos pelo ensino, outros talvez pelas amizades, festas, mas muitos tambem pela segunda casa que eles conquistaram ali dentro e sei o quanto essa galera ficou chocada com tudo o que aconteceu nos ultimos anos.
Lembro-me do quanto eu era bem acolhida la enquanto aluna, mas tambem lembro muito bem do dia que eu fui la pra visitar meus antigos colegas de turma e nao pude entrar 2 minutos antes de bater pra poder ir no banheiro. fora que depois que tocou e eu estava com a galera, antes de 13:30 ja estavam pedindo pra eu dar o fora. Adorei a recepção que deram pra uma MARISTA.. afinal "ex-aluno sim, ex-marista nunca".. nao eh verdade!?
Mas fazer o que.. nao estou aqui pra julgar nada nem ninguem.. apenas pra lamentar ate que ponto se chegou... fechar as portas..
Tenho uma enorme admiração por tudo o ki vivi (apesar do que vivi como ex-aluna)e por todas as amizades que conquistei ali dentro. Pena que agora, de onde sairam tantas coisas boas, só restam lembranças.

Claudia disse...

Fica aqui minha profunda tristeza, do colégio q nunca será o dos meus filhos...
Cláudia Sales
Aluna 94/96
Ex marista NUNCA (concordo plenamente c vc Thiago

Denis e Alana disse...

Porra, todos somos ex alunos agora. O Colégio faliu por incompetência, só isso. Muita incompetência. Eu sonhava em voltar ao colégio um dia, já formado, pra dar aulas, mesmo que fosse ganhando pouco. Agora acabou. Valeu pelo texto, Thiago.

Gustavo disse...

Ae Thiagão! Belo texto! Essa "morte" já era anunciada... infelizmente.

E eu que sonhei em colocar meus filhos lá... :(

Devíamos marcar uma festa de encerramento no final do ano... com banda águia azul e td mais hehehe abraço

Sheyla disse...

Oi Thiago, estudei com vc no 3º ano (99) e também estou chocada com a notícia! É lamentável não termos forças para ir de encontro aos "Grandes".
Valeu pelo texto, me fez voltar no tempo e aumentar ainda mais a saudade q sinto daquele ano maravilhoso!
Ex-Marista - NUNCAAAAA!
BJS

Anônimo disse...

Thiago, sou ex-aluna e mãe de aluno do Marista de Salvador. Bem como outros pais, se tivéssemos tido conhecimento anterior deste seu texto, talvez as coisas fossem diferentes para nós. Hoje lutamos ainda contra o pretendido fechamento do Marista de Salvador em 30/12/2008 - que não se encontrava em falência. Todo o procedimento relatado por vc, de forma semelhante também se deu e ainda se dá por aqui. Como vc diz, somos ex-alunos mas nunca ex-Marista e com o pouco de fôlego que nos resta, ainda lutamos por um pouco de dignidade, pois a minha sensação hoje é de que fui expulsa da minha casa... Sei que a sua ferida a esta altura já deve estar cicatrizada, mas vou contar ainda com mais este espaço para expor a nossa revolta perante uma atitude tão arbitrária.
Marta Yule