Quem sou eu ?

Minha foto
Capital do Ceará, Ceará, Brazil
cearense,ex aluno Marista,canhoto,graduado em Filosofia pela UECE, jogador de futebol de fds, blogueiro, piadista nato e sobretudo torcedor do Ceará S.C. Não escreveu livros, não tem filhos e não tem espaço em casa para plantar uma árvore.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Uma paixão incondicional





Muitos brasileiros que dizem gostar de futebol e de seus times de coração mostram, na prática, que gostam mesmo é de vencer. Por isso a desculpa mais comum para pequenos públicos em jogos de agremiações com grande torcida são as fases ruins. E fica estabelecida, na prática, uma relação de interesse: "Vocês vencem, vou aos jogos. Perdem, sumo da arquibancada".

Amor de torcedor é amor incondicional. Você simplesmente não consegue viver sem aquele time, sem aquela camisa. Sofre, ri e chora por causa dele. E não abandona, aconteça o que acontecer. Essa relação, às vezes doentia, também ajuda no desenvolvimento da personalidade do homem. O torcedor real encara os rivais e as gozações, tudo em nome de sua paixão. Ele não vira casaca, nem se omite.

Claro que a torcida perdedora também desaparece em grande parte quando as coisas não vão bem e dá as caras nos bons momentos. Nisso ela não é nada diferente das demais, das maiores. Mas não há como negar que torcer exclusivamente para clubes nada midiáticos é muito, mas muito mais difícil. Sim, é preciso gostar demais desse time.

Melhor do que vencer é ter um time pelo qual torcer. E tenho dito.


Da-lhe Ceará S.C. , minha paixão incondicional.


Thiago Oliveira Braga



Um comentário:

J. Braga - Neotéfilo disse...

"Melhor do que vencer é ter um time pelo qual torcer."

Kkkkkkkkkk...é a resignação padrão de um torcedor do #CiaráCarniça! Parabéns pela sinceridade!