Quem sou eu ?

Minha foto
Capital do Ceará, Ceará, Brazil
cearense,ex aluno Marista,canhoto,graduado em Filosofia pela UECE, jogador de futebol de fds, blogueiro, piadista nato e sobretudo torcedor do Ceará S.C. Não escreveu livros, não tem filhos e não tem espaço em casa para plantar uma árvore.

domingo, 11 de julho de 2010

O valor de uma derrota.



Perdedores que lutam com galhardia serão sempre grandes vencedores. O Uruguai nessa Copa da África do Sul foi uma inspiração.

Caiu de pé, perdeu lutando, time valente, todos os clichês do mundo valem para a valorosa Celeste Olímpica.

Foi até onde deu, até onde o outro time deixou. Lutando, sim, como sempre foi com essa pequena aldeia ao sul do Sul.


O Uruguai mostrou a ele mesmo que dá. Dá para voltar a ser grande, dá para sonhar com uma terceira estrela, dá para se orgulhar de um time de futebol. Vamos tomar uma Patricia, Montevidéu. Outras Copas virão, aí à margem do Rio da Prata o tempo anda diferente, não há pressa.

Não chore, Montevidéu. Quando lembrar da Copa de 2010, inevitavelmente lembrarei desse pequenino gigante.

Uruguaios podem voltar contentes, não ganhar uma Copa não é o fim do mundo.

O jogadores honraram suas camisas, seus companheiros e seus treinadores, e ninguém ficou no pódio combinando balada no celular, como o Ronaldinho Gaúcho fez em Pequim em 2008.

Isso ninguém me contou, eu vi. Quer dizer, vi o cara falando ao celular desinteressadamente enquanto argentinos e nigerianos, acho, recebiam ouros e pratas. Não sei se estava combinando balada, isso já é maldade minha. Mas achei meio desrespeitoso.

E vida que segue... e Copa fecha as cortinas hoje.
 
Bom domingo. Boa final. Viva o futebol.

Um comentário:

Facundo disse...

Jogo memorável!

:-)