Quem sou eu ?

Minha foto
Capital do Ceará, Ceará, Brazil
cearense,ex aluno Marista,canhoto,graduado em Filosofia pela UECE, jogador de futebol de fds, blogueiro, piadista nato e sobretudo torcedor do Ceará S.C. Não escreveu livros, não tem filhos e não tem espaço em casa para plantar uma árvore.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O último pôr-do-sol de 2008


Se o tempo existe e é inflexível, não se pode menosprezar o ritual reservado para o dia 31 de Dezembro de cada ano, quando, quer tomemos conhecimento ou não, subimos mais um degrau ou viramos mais uma pagina da história. Na verdade, esse ritual é muito mais amiúde. Ele acontece a cada pôr-do-sol.

Sob o ponto de vista secular, cada dia que passa, mais distanciamos do dia do nascimento e mais nos aproximamos do dia da morte. Sob o ponto de vista cristão, cada dia que passa mais nos distanciamos do paraíso perdido e mais nos aproximamos do paraíso recuperado. Precisamos ter certeza de que nossa história não está comprimida entre a vida e a morte.

Os dois pontos de vista são contrários entre si e estamos totalmente livres para abraçar um ou outro. Mas, há de se convir que o ponto de vista secular oculta a verdade e gera transtornos sérios, inclusive emocionais. Fazemos uma resistência desnecessária e inglória às coisas do espírito. É preciso romper corajosamente e sem demora com essa cegueira doentia e atravancadora de nossa felicidade. Sob o ponto de vista cristão, cada pôr-do-sol indica que o “momento de sermos salvos está mais perto agora do que quando começamos a crer” (Rm. 13.11, NTLH). Em outras palavras, a longa noite do pecado, sofrimento e morte está terminando e a manhã de glória está chegando. Não vamos para 2009 tendo em mente exclusivamente um ano de saúde, e de sucesso. Enxerguemos, também, pela força das convicções cristãs e da fé, aproximadamente maior da plenitude da glória, pois “os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória, pois “os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória por vir a ser revelada em nós”! (Rm.8.18).

Elben César , pela equipe Ultimato

2 comentários: