Quem sou eu ?

Minha foto
Capital do Ceará, Ceará, Brazil
cearense,ex aluno Marista,canhoto,graduado em Filosofia pela UECE, jogador de futebol de fds, blogueiro, piadista nato e sobretudo torcedor do Ceará S.C. Não escreveu livros, não tem filhos e não tem espaço em casa para plantar uma árvore.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

acautelai-vos ...


“... acautelai-vos que ninguém vos engane. Pois muitos virão em meu nome dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos.” Mt. Cap.24.4,5.


Depois de seu nascimento a Igreja de Cristo começou a enfrentar oposição de seu maior inimigo, o diabo, e a primeira arma usada por ele foi a perseguição, a segunda foi mais sutil, e o apóstolo Pedro a denuncia em sua segunda epístola chamando-a de heresia (2Pe. Cap.2.) que é o mesmo que sofisma, uma mentira propagada como sendo verdade. Essa arma ainda hoje é usada por ele e esta levando muitos cristãos ao erro e gerando muita confusão no meio do povo de Deus.
Paulo em sua epístola aos colossenses fala dos quatro pilares que são a base dos que divulgam ensinos que são estranhos as Sagradas Escrituras, são eles: a filosofia humana, o legalismo, o misticismo e o asceticismo. E o que contribui para o avanço desse tipo de “doutrina” no seio do cristianismo é o fato do cristão não aceitar a suficiência de Jesus Cristo em nossas vidas, e a graça (favor imerecido) de Deus que a nós foi entregue uma vez por todas por meio do sacrifício vicário de Jesus na cruz.

O apóstolo Paulo falando aos colossenses faz um profundo sumário quando diz que em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (2.3), porque nEle habita corporalmente toda a plenitude da Deidade (2.9). Ele é o Cabeça de todo principado e potestade (2.10). Ele é a própria vida (3.4)! O que mais poderia dizer o apóstolo para asseverar a absoluta suficiência de nosso Senhor?

Os cristãos hodiernos estão seguindo os mesmos passos dos colossenses quando não aceitam a suficiência de Jesus, sobre isso o Pr. John Macarthur fala com muita propriedade:
“Eles praticam uma busca fútil por algo mais. Esse é um fogo herético em parte abanado pela falsa noção de que a salvação é insuficiente para transformar os crentes e equipá-los para a vida cristã. Aqueles que estão sob a influência desta falsa noção acreditam que precisam de algo mais — mais de Cristo, mais do Espírito Santo, um tipo de experiência de êxtase, visões místicas, sinais, maravilhas, milagres, uma segunda bênção, línguas, níveis espirituais mais elevados ou mais profundos, ou o que quer que seja.”

Hoje as pregações feitas nos pulpitos das igrejas têm os mesmos quatro elementos heréticos que estavam influenciando os cristãos da igreja de colossos.Vemos pastores pregando uma conduta de vida baseada numa filosofia Kennedyana ou Huxleyana. John Kennedy defendia o cristianismo moderno ou humanisticoi e Aldous Huxley o cristianismo orientalizado, místico, o antigo panteísmo oriental.

Ouvimos que devemos orar para ter mais poder de Deus, para que possamos nos tornar cidadãos de kripton, e assim, nos tornarmos super seres. Dizem que é preciso alcançar um nirvana espiritual para sentir a presença de Deus, os tais que advogam isso nunca leram Rm 1.17; Hc 3.17,18, onde devemos viver pela fé e não por sentimentos (Jr 17.09). Nem mesmo leram Mt 6.08; Mc 12.30; Rm 12.1, se tivessem lido teriam entendido que a oração é para se relacionar com o criador, e que a base para esse relacionamento é o amor e a gratidão.
Nos orientam a praticarmos o asceticismo dizendo que o mundo jaz no maligno, por isso ouvimos não toque,não coma, não beba, não se misture com essa gentalha, os tais nunca leram os evangelhos, pois, Jesus procurava os tidos por marginais, os ladrões, as meretrizes, os não “santos”, aqueles que viviam a margem da “santa”sociedade. Jesus nunca disse palavras asperas com aqueles que já estvam em frangalhos por uma vida de pecado e de ausência de Deus, nunca os trancafiou no inferno antecipadamente, nunca tripudiou em cima de suas desgraças ou ficou feliz com a sua queda (pobre Caio, Jymie, Napoleão, etc ).

Por isso, para que a igreja exorcise e erradique esse mal sigamos o conselho de Jesus “...acautelai-vos que ninguém vos engane...”, e observemos com atenção o lema da Reforma de Lutero: sola Gratia, sola Fide, sola Escriptura, solus Christus, sole Deo Glória.

Porque dEle, por Ele e para Ele são todas as coisas eternamente amém.

Gilcélio Rebouças

2 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza a igreja, e as pessoas necessitam de ouvir mensagens com esta. Pois está sendo pregado uma mensagem distorcida da Bíblia, iremos continuar orano para que o Espirioto de Deus ilumine os seus servos a pregarem a autênica paravra.

Janusa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.